ROTUNDA


VITRINE CULTURAL

 

Edson Kumasaka

Juliana Galdino e a metáfora

 

 

 

Alimentam o Projeto Vitrine Cultural 2009, segundo a diretora-presidente do Centro Cultural Grupo Silvio Santos, Cintia Abravanel, cerca de R$ 800 mil captados por intermédio da Lei Rouanet (que incentiva a produção cultural por meio de renúncia fiscal). Os curadores do projeto, Kil Abreu e Valmir Santos, selecionaram para as duas salas do Teatro Imprensa, em São Paulo, 12 das 401 propostas enviadas. As montagens, que se caracterizam pelo trabalho de pesquisa de linguagem, entram em cartaz a partir de 3/3.


Formação de público e ação social são os lemas do projeto, que não contempla somente espetáculos inéditos. Cintia entende que a divulgação é importante para levar pessoas ao teatro: “subsidiar o acesso à imprensa” é fundamental para atrair platéia. O Centro Cultural Grupo Silvio Santos absorve os custos de divulgação e paga R$ 36 mil para as peças escolhidas para a Sala Vitrine (de 48 lugares) e R$ 20 mil para as selecionadas para a Sala Imprensa (de 452 lugares).


Um projeto de formação de público só se completa em longo prazo, mas estamos cumprindo nossa função enquanto centro cultural”, afirma Cintia. Para ela, se o bilheteiro trabalha pouco porque não há ator famoso no elenco – e não por deficiências estéticas e técnicas das produções –, o problema pode estar na divulgação. “Noto que os grupos (de teatro) têm dificuldade (financeira) de acesso à midia e me entristece ver ótimos espetáculos com platéia vazia.”


A ação social consiste em distribuir a três entidades assistenciais as latas de leite em pó arrecadadas como ingresso no primeiro mês em que cada peça ficar em cartaz. Para os dois meses seguintes, os preços dos bilhetes – R$ 10 e R$ 5 (meia entrada) – tendem a facilitar a presença de público.

 

 



Escrito por Mauro Fernando s 18h21
[ ] [ envie esta mensagem ]


VITRINE CULTURAL

Alexandre Caetano

Okamoto e o universo dos rabequeiros nordestinos

 

 

As montagens que entram em cartaz no Teatro Imprensa pelo Projeto Vitrine Cultural 2009 no primeiro trimestre são Comunicação a uma Academia, Eldorado, Cachorro Morto e Bartleby. Cachorro Morto e Bartleby estiveram em temporada no Sesc Avenida Paulista no ano passado.


Para o segundo trimestre, estão previstas Quase Nada (proposta de Alain Brum), Frozen (de Rachel Ripani), Music-Hall (de Gabriela Flores) e Amanhã É Natal (de Cinthia Maria Zaccariotto Ferreira). Para o terceiro: Festa de Separação (de Janaina Leite), Ensaio Sobre Carolina (de Gal Quaresma), Henfil já! (de Nena Inoue) e O Livro dos Monstros Guardados (de Zé Henrique de Paula).


Comunicação a uma Academia é o quarto espetáculo do Club Noir, companhia fundada pelo diretor Roberto Alvim e pela atriz Juliana Galdino. O conto escrito em primeira pessoa por Franz Kafka (1883-1924), traduzido também como Informação para uma Academia, é a base da peça: um macaco relata para uma academia como se tornou humano.


Ao observar as pessoas, o macaco aprendeu a se comportar como homem. Quando consegue dominar a fala, ingressa na comunidade humana”, diz Alvim. Para o diretor, trata-se de uma metáfora das formas de adestramento, colonização e dominação que aplainam diferenças culturais na era da globalização: para ser aceita e sobreviver, a pessoa deixa de ser o que é e passa a ser outra.


Entre o zoológico e o teatro de variedades, o macaco escolhe este. E passa a viver a sociedade do espetáculo. A peça mostra a nossa condição humana, no que nos tornamos. O mundo espetacular, globalizado, nos faz mal quando nos esquecemos do que somos”, arremata Juliana.


Eldorado é um solo do argentino Santiago Serrano escrito para o ator Eduardo Okamoto. Marcelo Lazzaratto assina a direção. A pesquisa, realizada pelo ator, partiu do universo dos rabequeiros nordestinos. “O material bruto foi organizado dramaturgicamente pelo Serrano”, conta Okamoto. “A montagem trata da trajetória de um cego do sertão em busca do Eldorado, um lugar paradisíaco, de plenitude, de redenção”, afirma Lazzaratto.


Cachorro Morto estreou em junho do ano passado. “A dramaturgia é inspirada nos livros A Música dos Números Primos (de Marcus du Sautoy), Em Defesa de um Matemático (de G. H. Hardy) e O Estranho Caso do Cachorro Morto (de Mark Haddon)”, conta o autor e diretor Leonardo Moreira.


A pesquisa inclui observações realizadas na Associação de Amigos do Autista (AMA). A intersecção entre raciocínio lógico e relações afetivas está em cena. “A peça fala sobre o quanto podemos ser inadequados num mundo adequado”, diz Moreira. Resumo do enredo: um cachorro morto desperta a curiosidade da vizinhança.


Bartleby é uma adaptação do dramaturgo espanhol José Sanchis Sinisterra para o conto Bartleby, o Escriturário, de Herman Melville (1819-1891). A obra original traz cinco personagens; a adaptação, duas. “O texto se concentra na polaridade entre um advogado bem sucedido e um copista que, de repente, começa a negar pedidos com a frase bombástica ‘Prefiro não’. Bartleby abala todo um sistema de normas e valores”, afirma a atriz Cácia Goulart.


A montagem, do Núcleo Caixa Preta, remete ao vazio existencial típico dos nossos tempos e estreou em fevereiro de 2008 – Cácia foi indicada ao Prêmio Shell. Para a atriz, há diversas possibilidades de leitura: “Há quem diga que Bartleby é um esquizofrênico, um revolucionário passivo ou um artista”. A direção é de Joaquim Goulart.



COMUNICAÇÃO A UMA ACADEMIA. De Franz Kafka. Tradução de Ênio Silveira. Direção de Roberto Alvim. Com Juliana Galdino e Gê Viana. Na Sala Vitrine. Terças e quartas, às 21h. De 3/3 a 20/5. Ingressos: uma lata de leite em pó (de 3/3 a 31/3); R$ 10 (de 1º/4 a 20/5).


ELDORADO. Concepção, pesquisa e atuação de Eduardo Okamoto. Dramaturgia de Santiago Serrano. Direção de Marcelo Lazzaratto. Na Sala Imprensa. Quartas e quintas, às 21h. De 4/3 a 21/5. Ingressos: uma lata de leite em pó (de 4/3 a 26/3); R$ 10 (de 1º/4 a 21/5).


CACHORRO MORTO. Texto e direção de Leonardo Moreira. Com Aline Filócomo, Bruno Freire, Luciana Paez, Maria Amélia Farah e Thiago Amaral. Na Sala Vitrine. Quintas e sextas, às 21h. De 5/3 a 22/5. Ingressos: uma lata de leite em pó (de 5/3 a 27/3); R$ 10 (de 2/4 a 22/5).


BARTLEBY. De Herman Melville. Dramaturgia de José Sanchis Sinisterra. Tradução de Vadim Nikitin. Direção de Joaquim Goulart. Codireção de Daniela Carmona. Com Cácia Goulart e Rodrigo Gaion. Na Sala Vitrine. Sábados, às 21h, e domingos, às 19h30. De 7/3 a 24/5. Ingressos: uma lata de leite em pó (de 7/3 a 29/3); R$ 10 (de 4/4 a 24/5).


No Teatro Imprensa. Rua Jaceguai, 400, São Paulo, SP. Fone (11) 3241-4203.

 



Escrito por Mauro Fernando s 18h13
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histrico
08/11/2015 a 14/11/2015
01/11/2015 a 07/11/2015
18/10/2015 a 24/10/2015
11/10/2015 a 17/10/2015
04/10/2015 a 10/10/2015
27/09/2015 a 03/10/2015
20/09/2015 a 26/09/2015
13/09/2015 a 19/09/2015
21/06/2015 a 27/06/2015
05/04/2015 a 11/04/2015
22/03/2015 a 28/03/2015
15/03/2015 a 21/03/2015
09/11/2014 a 15/11/2014
19/10/2014 a 25/10/2014
21/09/2014 a 27/09/2014
14/09/2014 a 20/09/2014
27/07/2014 a 02/08/2014
29/06/2014 a 05/07/2014
22/06/2014 a 28/06/2014
15/06/2014 a 21/06/2014
08/06/2014 a 14/06/2014
01/06/2014 a 07/06/2014
25/05/2014 a 31/05/2014
18/05/2014 a 24/05/2014
11/05/2014 a 17/05/2014
04/05/2014 a 10/05/2014
27/04/2014 a 03/05/2014
13/04/2014 a 19/04/2014
06/04/2014 a 12/04/2014
30/03/2014 a 05/04/2014
23/03/2014 a 29/03/2014
16/03/2014 a 22/03/2014
09/03/2014 a 15/03/2014
17/03/2013 a 23/03/2013
03/02/2013 a 09/02/2013
20/01/2013 a 26/01/2013
13/01/2013 a 19/01/2013
23/12/2012 a 29/12/2012
16/12/2012 a 22/12/2012
09/12/2012 a 15/12/2012
25/11/2012 a 01/12/2012
18/11/2012 a 24/11/2012
26/08/2012 a 01/09/2012
27/05/2012 a 02/06/2012
31/07/2011 a 06/08/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
01/05/2011 a 07/05/2011
20/03/2011 a 26/03/2011
06/02/2011 a 12/02/2011
16/01/2011 a 22/01/2011
07/11/2010 a 13/11/2010
24/10/2010 a 30/10/2010
15/08/2010 a 21/08/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
25/07/2010 a 31/07/2010
18/07/2010 a 24/07/2010
04/07/2010 a 10/07/2010
27/06/2010 a 03/07/2010
10/01/2010 a 16/01/2010
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
11/11/2007 a 17/11/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
01/07/2007 a 07/07/2007
03/12/2006 a 09/12/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006