ROTUNDA


HOTEL LAUTRAMONT - OS BRUSCOS BURACOS DO SILNCIO

Divulgação

Transposição da poética de Lautréamont para o palco

 

 

 

Nascido em Montevidéu – seu pai, um diplomata francês, na época servia no Uruguai –, o poeta Isadore Ducasse (1846-1870) viveu numa França conturbada, em meio a campanhas militares e distúrbios sociais. Morreu num hotel parisiense em circunstâncias nunca esclarecidas. Considerado precursor do surrealismo, adotou o pseudônimo Conde de Lautréamont e publicou em 1869 Cantos de Maldoror, obra marcada pelo uso do recurso do zoomorfismo, ato de representar a forma de um animal.


Dirigida por João Andreazzi, a Cia. Corpos Nômades estreia nesta sexta (20/3) Hotel Lautréamont – Os Bruscos Buracos do Silêncio em sua sede, O Lugar, em São Paulo. “Lautréamont coloca o ser humano em situação de sarcasmo e ironia em relação à crueldade que tem com si mesmo”, afirma Andreazzi. O diretor enxerga em Cantos de Maldoror, “obra maldita e provocativa, de devaneio e rebeldia”, uma chance de investigar, sob a chave da dança contemporânea, as “possibilidades existenciais dos seres que habitam a solidão”.


Os seis intérpretes (Aldiane Dala Costa, João Pirahy, Mariana Mantovani, Ricardo Silva, Tiago Teles e o próprio Andreazzi) trabalham com um conceito que o diretor chama de coreodramaturgrafia, cuja tônica é a interação do corpo com o espaço cênico. Coreografia e dramaturgia mesclam-se e se utilizam dos corpos e das vozes dos intérpretes e dos objetos cênicos para organizar no palco e reverberar a poética turbulenta de Lautréamont. “A ideia do corpo nômade é de não se viciar, não se contaminar negativamente”, diz Andreazzi.


A gestação de Hotel Lautréamont, conta o diretor, começou em julho, quando a companhia mantinha em cartaz O Barulho Indiscreto da Chuva. Esse espetáculo, a participação do tradutor de Lautrémont, Claudio Willer, no processo de criação, os cursos de formação em dança contemporânea no Lugar e os improvisos em sala de ensaio alimentaram a nova montagem. A companhia nasceu em 2000 – seu trabalho de pesquisa ganhou dois prêmios da Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA), em 2000 e em 2005.



HOTEL LAUTRÉAMONT – OS BRUSCOS BURACOS DO SILÊNCIO. Concepção geral, direção e coreodramaturgrafia de João Andreazzi. Com a Cia. Corpos Nômades. O Lugar. Rua Augusta, 325, São Paulo, SP. Fone (11) 3237-3224. Sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 20h30. Entrada franca. Até 26/4.

 



Escrito por Mauro Fernando s 12h18
[ ] [ envie esta mensagem ]


CHAPETUBA F.C.

Divulgação

A paixão nacional segundo Vianinha

 

 

Depois de se formar na Escola de Arte Dramática (EAD), José Renato fundou em 1953, em São Paulo, o Teatro de Arena. Com Sérgio Britto no elenco, Renato dirigiu Esta Noite É Nossa, de Sttaford Dickens, no Museu de Arte Moderna (MAM), que então funcionava no prédio dos Diários Associados, na Rua 7 de Abril. A casa própria, na Rua Teodoro Baima, foi apresentada à imprensa em 1954.


Décio de Almeida Prado, em O Teatro Brasileiro Moderno, relata que o Arena ganhou maior projeção quando a ele se juntaram Augusto Boal, Gianfrancesco Guarnieri (1934-2006) e Oduvaldo Vianna Filho, o Vianinha (1936-1974). O primeiro “sucesso completo, maciço, de imprensa e de bilheteria”, veio em 1958 com Eles não Usam Black-Tie, texto de Guarnieri dirigido por Renato.


O Arena comandado por Renato estabeleceu no Brasil uma nova disposição cênica – elenco no centro e espectadores ao redor –, o que levou “a uma reformulação completa das relações quer entre os atores em cena, quer entre estes e o público”. Com a chegada de Boal, Guarnieri e Vianinha, o Arena revolucionou a dramaturgia nacional ao ventilar no teatro a discussão sobre questões sócio-políticas brasileiras.


Em relação ao Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), o paradigma da época, “a grande originalidade” do Arena “era não privilegiar o estético, não o ignorando mas também não o dissociando do panorama social em que o teatro deve se integrar”. Chapetuba F.C., peça de Vianinha dirigida por Boal – Renato estava na Europa com uma bolsa de estudos –, sucedeu em 1959 o êxito de Eles não Usam Black-Tie.


Arena Conta Zumbi (1965) e Arena Conta Tiradentes (1967) – nas quais Boal solidificou o Sistema Curinga, que fomenta uma comunicação cerebral com a platéia – também marcaram a cena brasileira. Assim como o Seminário de Dramaturgia, elaborado em 1958 para, a partir de análises e debates, estudar as realidades artística e social brasileiras e estimular jovens autores. Antes de extinguir-se no início dos anos 1970 – e deixar o mítico espaço da Teodoro Baima –, o Arena mantinha dois núcleos de criação.


Em 2007 e 2008, sob a administração da Fundação Nacional de Artes (Funarte), o Teatro de Arena passou por mais uma de suas várias reformas. Chapetuba F.C. foi escolhida para a reinauguração, que se deu em novembro. A Renato coube a direção. A montagem reestreia na sexta-feira (20/3).


Vianinha coloca em cena um pequeno time de futebol do interior, o Chapetuba, que busca o acesso à divisão principal. Às vésperas da partida decisiva, surgem indícios de negociação do resultado. Um empresário penetra na pensão onde os jogadores se concentram; o goleiro titular aparece contundido e seu reserva é inexperiente; o craque da equipe deseja reviver seus dias de glória em um grande clube; a mulher de um dos zagueiros está prestes a parir.


Em meio a esse turbilhão de sentimentos e interesses, o sonho coletivo parece desmanchar-se em função de benefícios individuais. “A peça permanece atualíssima”, afirma o diretor, “porque as relações humanas em que Vianinha se aprofundou, os defeitos e as virtudes das personagens, continuam válidas”.


O futebol, paixão nacional, torna-se o símbolo de um ideal de comunidade. Sua prática seria a vida cidadã, exercida com consciência, fruída com alegria, buscada como necessidade vital. (...) Mas o futebol, paixão nacional, é, na verdade, o símbolo da disputa desenfreada por um lugar ao sol, a desesperada batalha pela sobrevivência, o trincar dos dentes dos interesses menores, em resumo, o retrato de um mundo desunido, egoísta, covarde, traiçoeiro e decadente”, escreveu Renato no programa da montagem atual.


Em Vianinha – Cúmplice da Paixão, Dênis de Moraes reproduz texto de Sábato Magaldi sobre a peça: “‘Chapetuba F.C.’ examina, por dentro, o mecanismo do esporte, engastando-o no quadro amplo da realidade social, que o condiciona e sem dúvida lhe determina as características. O texto transcende, nesse caminho, as fronteiras da tipificação de um grupo humano, para situar-se como um estudo de indivíduos de uma classe desfavorecida, em face da ordem social injusta”.


O elenco original de Chapetuba F.C. contou com nomes expressivos do teatro brasileiro: Chico de Assis, Flávio Migliaccio, Milton Gonçalves, Nelson Xavier, Riva Nimitz (1936-1993) e Xandó Batista (1920-1992), além do próprio Vianinha, que tinha 22 anos quando escreveu o texto. Renato integrou o elenco quando o grupo montou a peça no Rio de Janeiro.


O diretor revela-se emocionado ao reviver Chapetuba F.C.: “O que há de emoção nesse reencontro é inexplicável. Vianinha é um exemplo de lealdade. Brigávamos e nos reconciliávamos com frequência; era uma amizade tempestuosa, porém amorosa, franca e verdadeira. Foi um homem corajoso, um dramaturgo raro que tinha uma percepção intensa da realidade brasileira e não se iludia em relação aos problemas do País, mas cuja obra não é panfletária”.



CHAPETUBA F.C.. De Oduvaldo Vianna Filho. Direção de José Renato. Com Álvaro Gomes, Emerson Natividade, Fábio Pinheiro, Fernanda Sanches, Fernando Prata, Flávio Kena, João Ribeiro, Luiz Fernando Albertoni, Pedro Monticelli e Vinicius Meloni. No Teatro de Arena Eugênio Kusnet. Rua Teodoro Baima, 94, São Paulo, SP. Fone (11) 3256-9463. Quintas, sextas e sábados, às 21h, e domingos, às 20h. R$ 10. De 20/3 a 19/4.



Escrito por Mauro Fernando s 17h46
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histrico
08/11/2015 a 14/11/2015
01/11/2015 a 07/11/2015
18/10/2015 a 24/10/2015
11/10/2015 a 17/10/2015
04/10/2015 a 10/10/2015
27/09/2015 a 03/10/2015
20/09/2015 a 26/09/2015
13/09/2015 a 19/09/2015
21/06/2015 a 27/06/2015
05/04/2015 a 11/04/2015
22/03/2015 a 28/03/2015
15/03/2015 a 21/03/2015
09/11/2014 a 15/11/2014
19/10/2014 a 25/10/2014
21/09/2014 a 27/09/2014
14/09/2014 a 20/09/2014
27/07/2014 a 02/08/2014
29/06/2014 a 05/07/2014
22/06/2014 a 28/06/2014
15/06/2014 a 21/06/2014
08/06/2014 a 14/06/2014
01/06/2014 a 07/06/2014
25/05/2014 a 31/05/2014
18/05/2014 a 24/05/2014
11/05/2014 a 17/05/2014
04/05/2014 a 10/05/2014
27/04/2014 a 03/05/2014
13/04/2014 a 19/04/2014
06/04/2014 a 12/04/2014
30/03/2014 a 05/04/2014
23/03/2014 a 29/03/2014
16/03/2014 a 22/03/2014
09/03/2014 a 15/03/2014
17/03/2013 a 23/03/2013
03/02/2013 a 09/02/2013
20/01/2013 a 26/01/2013
13/01/2013 a 19/01/2013
23/12/2012 a 29/12/2012
16/12/2012 a 22/12/2012
09/12/2012 a 15/12/2012
25/11/2012 a 01/12/2012
18/11/2012 a 24/11/2012
26/08/2012 a 01/09/2012
27/05/2012 a 02/06/2012
31/07/2011 a 06/08/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
01/05/2011 a 07/05/2011
20/03/2011 a 26/03/2011
06/02/2011 a 12/02/2011
16/01/2011 a 22/01/2011
07/11/2010 a 13/11/2010
24/10/2010 a 30/10/2010
15/08/2010 a 21/08/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
25/07/2010 a 31/07/2010
18/07/2010 a 24/07/2010
04/07/2010 a 10/07/2010
27/06/2010 a 03/07/2010
10/01/2010 a 16/01/2010
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
11/11/2007 a 17/11/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
01/07/2007 a 07/07/2007
03/12/2006 a 09/12/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006