ROTUNDA


FRANCESCA

Bob Sousa

Nora e Francesca: moralidade e transgressão em cena sob a chave do riso

 

 

 

Saiu da gaveta o único dos mais de 60 textos teatrais de Luís Alberto de Abreu que permanecia inédito: sob a direção de Roberto Lage, Francesca abre temporada em São Paulo, no Espaço Parlapatões, na terça-feira (5/6). Inspirada em passagem de A Divina Comédia, de Dante Alighieri (1265-1321), e elaborada (principalmente) em versos, a peça tem como eixo a transgressora paixão entre Francesca (Tatyana Figueiredo) e Paolo (Márcio Bueno Dias).

 

Escrito em 1993, o texto integra pesquisa do dramaturgo sobre a forma poética. Francesca, conforme registra Adélia Nicolete no livro Luís Alberto de Abreu – Um Teatro de Pesquisa, “completa a trilogia de peças que buscam na poesia uma forma de comunicação mais direta com o leitor/espectador”. Os outros textos desse tríptico são A Guerra Santa, de 1991, e O Livro de Jó, de 1995.

 

Francesca foi entregue em casamento a Gian (Marco Aurélio Campos), irmão de Paolo, por imposição de suas famílias. Inconformada, ela abdica do matrimônio arranjado e propõe a fuga a Paolo. Descoberta a trama, Gian “assassinou os dois amantes antes de terminarem o primeiro beijo”, assinala Abreu no programa da peça.

 

O espetáculo começa com Francesca e Paolo já mortos. Em meio a diabos, estão prestes a enfrentar o julgamento que definirá para qual círculo do inferno serão remetidos. Francesca, então, pede para contar a história dessa paixão – o autor, pois, recorre ao recurso do flashback.

 

Lage evita colar na montagem etiquetas como poema dramático ou comédia dramática – ou musical, como Adélia define no livro. O espetáculo, afirma, “transita por alguns gêneros: a farsa, a bufonaria, o dramático, a comédia popular”. “Abreu busca uma linguagem popular, um teatro com raízes na farsa. É popular sem ser popularesco e apelativo.” Além disso, “há princípios do distanciamento brechtiano”, como a quebra da quarta parede.

 

O enredo, relata o diretor, descortina um assunto “sempre pertinente, a transgressão de regras impostas pela sociedade”. “Francesca é uma precursora do feminismo, é a figura feminina que não se submete, que provoca.” O diálogo dessa história que se passa na Idade Média com a contemporaneidade, diz, está nas “contradições humanas e nos conflitos da sociedade”, temas que não são datados.

 

“A peça leva a uma reflexão sobre cidadania”, afirma Lage. “Manter a individualidade sem exacerbar o individualismo” é uma questão posta por Francesca: “Vivemos um momento em que o espírito de parceria está abandonado, em que os interesses individuais se sobrepõem aos coletivos”.

 

Renata Zhaneta interpreta Nora, a ama de Francesca, e endossa as palavras do diretor. “Podemos pensar sobre a sociedade atual a partir dessa fábula, sobre as relações de poder que determinam as relações afetivas. O pai de Francesca fala para ela se casar com um primogênito que herdará um feudo. O pai que dinheiro, poder.”

 

Para Tatyana, no que concerne a valores morais, os de hoje “são parecidos com os daquela época”. “A peça aborda preconceito, traição, relações amorosas e familiares. Vivemos em um tempo em que o amor está desacreditado em função dos bens materiais.” Dias indica como uma das características de Francesca a imersão em uma “vida plena, sem culpa cristã”.

 

A encenação, aponta Lage, “tende ao essencial”. “É um espetáculo em cima do ator, um exercício de interpretação. Os únicos objetos cênicos são uma lanterna e um livro.” Direção musical (de Paulo Herculano), cenografia (de Heron Medeiros) e figurino (de Fabio Namatame) remetem ao universo medieval.

 

Lage conta que o dramaturgo lhe enviou a peça ainda nos anos 1990 e que os custos de produção impediram-no de colocá-la em cartaz. “Um dia, há pouco tempo, estava com Charles Geraldi [que assina a idealização do projeto] e comecei a fuçar textos que não tinha montado. E redescobri Francesca”, explica.

 

Esse é o segundo texto de Abreu dirigido por Lage: Um Merlin, que integra pesquisa do dramaturgo sobre o teatro nô, ganhou o palco em 2002 com elenco formado por Antonio Petrin e Cristiane Lima. Francesca estreou em dezembro de 2011 em Atibaia e passou por Santos, Guarulhos, Sorocaba e Ribeirão Pires, a fim de cumprir agenda vinculada ao Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (ProAc), antes de aportar na capital paulista.

 

 

FRANCESCA. De Luís Alberto de Abreu. Direção de Roberto Lage. Com Tatyana Figueiredo, Márcio Bueno Dias, Renata Zhaneta, Maria do Carmo Soares, Ando Camargo, Marco Aurélio Campos, Fernando Petelinkar, Raquel Marinho, André Grecco e Rodrigo Ramos. No Espaço Parlapatões. Praça Franklin Roosevelt, 158, São Paulo, SP. Fone (11) 3258-4449. Terças e quartas, às 21h. R$ 30. De 5/6 a 25/7.



Escrito por Mauro Fernando s 12h05
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histrico
08/11/2015 a 14/11/2015
01/11/2015 a 07/11/2015
18/10/2015 a 24/10/2015
11/10/2015 a 17/10/2015
04/10/2015 a 10/10/2015
27/09/2015 a 03/10/2015
20/09/2015 a 26/09/2015
13/09/2015 a 19/09/2015
21/06/2015 a 27/06/2015
05/04/2015 a 11/04/2015
22/03/2015 a 28/03/2015
15/03/2015 a 21/03/2015
09/11/2014 a 15/11/2014
19/10/2014 a 25/10/2014
21/09/2014 a 27/09/2014
14/09/2014 a 20/09/2014
27/07/2014 a 02/08/2014
29/06/2014 a 05/07/2014
22/06/2014 a 28/06/2014
15/06/2014 a 21/06/2014
08/06/2014 a 14/06/2014
01/06/2014 a 07/06/2014
25/05/2014 a 31/05/2014
18/05/2014 a 24/05/2014
11/05/2014 a 17/05/2014
04/05/2014 a 10/05/2014
27/04/2014 a 03/05/2014
13/04/2014 a 19/04/2014
06/04/2014 a 12/04/2014
30/03/2014 a 05/04/2014
23/03/2014 a 29/03/2014
16/03/2014 a 22/03/2014
09/03/2014 a 15/03/2014
17/03/2013 a 23/03/2013
03/02/2013 a 09/02/2013
20/01/2013 a 26/01/2013
13/01/2013 a 19/01/2013
23/12/2012 a 29/12/2012
16/12/2012 a 22/12/2012
09/12/2012 a 15/12/2012
25/11/2012 a 01/12/2012
18/11/2012 a 24/11/2012
26/08/2012 a 01/09/2012
27/05/2012 a 02/06/2012
31/07/2011 a 06/08/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
01/05/2011 a 07/05/2011
20/03/2011 a 26/03/2011
06/02/2011 a 12/02/2011
16/01/2011 a 22/01/2011
07/11/2010 a 13/11/2010
24/10/2010 a 30/10/2010
15/08/2010 a 21/08/2010
01/08/2010 a 07/08/2010
25/07/2010 a 31/07/2010
18/07/2010 a 24/07/2010
04/07/2010 a 10/07/2010
27/06/2010 a 03/07/2010
10/01/2010 a 16/01/2010
18/10/2009 a 24/10/2009
11/10/2009 a 17/10/2009
27/09/2009 a 03/10/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
14/06/2009 a 20/06/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
22/03/2009 a 28/03/2009
15/03/2009 a 21/03/2009
08/03/2009 a 14/03/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
09/03/2008 a 15/03/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
11/11/2007 a 17/11/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
01/07/2007 a 07/07/2007
03/12/2006 a 09/12/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
20/08/2006 a 26/08/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
30/07/2006 a 05/08/2006
23/07/2006 a 29/07/2006
16/07/2006 a 22/07/2006
09/07/2006 a 15/07/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
26/02/2006 a 04/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006